Escola Municipal desenvolve projeto Leitores Sem Fronteiras
Comunidade Escolar escolheu em votação o lema “Ser diferente enriquece a gente”


A Escola Municipal Padre Sinfrônio de Castro, no bairro São José, está desenvolvendo, neste primeiro semestre, o projeto Leitores Sem Fronteiras, que tem como público-alvo os alunos da educação infantil, ensino fundamental I e EJA. O lema do projeto é “Ser diferente enriquece a gente” e foi escolhido em votação, com a participação de estudantes e seus pais. A participação de toda comunidade escolar, contando com a presença dos pais dos alunos, tem sido incentivada pela instituição de ensino.

O objetivo geral do projeto, que será encerrado em julho com a realização de uma Gincana Cultural, é levar os alunos a desenvolver atitudes e disposições favoráveis à leitura, de modo a utilizá-la para reconhecer e valorizar a diversidade humana, partindo de um processo de conhecimento e respeito as identidades culturais, com o intuito de resgatar e fomentar atitudes individuais e coletivas contra o preconceito e a favor do respeito às diferenças.

“Todo ano a Escola escolhe um tema para trabalhar não só com os alunos, mas busca envolver a comunidade. No projeto deste ano, estamos trabalhando o combate ao preconceito. O lema escolhido 'Ser diferente enriquece a gente' está inserido neste contexto. E estamos colhendo frutos com o trabalho realizado. É gratificante ver alunos e seus familiares participando do projeto. Ver pais e avós contando histórias aos alunos no ambiente escolar é muito bom e traz benefícios direto para o aluno”, destacou a diretora da Escola Municipal Padre Sinfrônio de Castro, Zaine Curci.

Ações do projeto

“Ação Cidadã em Defesa da Vida”: os alunos, juntamente com familiares, assistiram a vídeos alusivos ao tema da Campanha da Fraternidade e criaram panfletos que foram entregues à comunidade com objetivo de conscientização.

“Piquenique Literário”: sábado letivo com a participação dos familiares. Encontro de gerações, onde pais e avós contaram histórias para filhos e netos, terminando com a realização de um piquenique.

“Leitura Fora da Estante”: em homenagem ao Dia Nacional do Livro Infantil (20 de abril). Os alunos participaram de um concurso literário nas categorias: desenho, frase, poema e paródia. A premiação foi realizada com a presença do secretário municipal de Educação, Luiz Carlos Rocha de Paula.

Ainda dentro do “Leitura Fora da Estante”, os estudantes ouviram a contação de histórias com os títulos “O Menino Nito”, que enfatiza a importância de que o homem pode chorar quando sentir vontade, e “O Leão Medroso”, que mostra mesmo sendo considerado do rei da selva, o leão também tem suas fragilidades. Os dois textos se referem às questões de trabalhar e aceitar as diferenças. A contação foi coordenada pela professora Fernanda Barbosa, contando com a colaboração de professoras, supervisora e colaboradoras do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid).


Busca de Notícias