Barbacena promove mobilização no Dia Nacional da Luta Antimanicomial


Dezoito de maio é o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, data que é um símbolo da reforma psiquiátrica e evolução no tratamento dos transtornos. A Prefeitura de Barbacena, através da Secretaria Municipal de Saúde e Programas Sociais (Sesaps) e a Coordenação de Saúde Mental, para marcar este dia, convida a população para uma caminhada de conscientização temática na sexta-feira (18).

A concentração será na Praça do Rosário, a partir das 13h. A saída está prevista para 14h, com destino à Praça dos Andradas, onde ocorrerá diversas manifestações culturais. A caminhada será acompanhada por uma escola de samba, que elaborou, junto com as equipes de saúde mental, um samba-enredo especial para o dia (letra ao final). 

O evento vai contar com a participação dos usuários dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps), Centro de Convivência, residências terapêuticas,  além de familiares, técnicos e funcionários com envolvimento na área de saúde mental.  

Sobre o movimento -  O Dia Nacional da Luta Antimanicomial foi instituído, em 1987, após profissionais da saúde mental, cansados do tratamento desumano e cruel dado a usuários do sistema de saúde mental, organizarem o primeiro manifesto público a favor da extinção dos manicômios durante o II Congresso Nacional de Trabalhadores da Saúde Mental realizado em 1987, na cidade de Bauru (SP). Naquela manifestação, nasceu o Movimento Antimanicomial. O objetivo é mostrar para a sociedade a luta pelos direitos das pessoas em sofrimento mental e a sua importância, contra a exclusão dos usuários. 

Samba-enredo:

Re lutar!
Por Miguel Junno

Por cada conquista
Merecida,
Cada batalha já vencida
Desta luta, desmedida,
Não podemos desistir!(Nós não vamos desistir!!!)

Um tempo de paz,
Nos tornou capaz
De sonhar, de cantar, de sorrir!(BIS)

Outrora jamais
Se pode pensar
Em poder alcançar
O que temos então
Não!!! Não foi em vão(BIS)

Longe da perfeição
Bem mais perto, porém,
De um plano ideal
De Saúde Mental pessoal, social, 
nacional, é vital ir além!

Hoje ao revés deste intento
Vivemos um momento
De grande desalento
Onde os ventos do regresso,
Então, se prenunciam
E para a escuridão nos guiam!

Em zona de perigo
Dormindo com o inimigo
Volvemos aos princípios
Do caos, dos precipícios,
Dos desalentos desleais
Que não se quer, jamais,
Voltar a sucumbir!(Não, não vamos desistir!!!)

A roda viva vai girar
Para onde o coração nos guiar
Ainda há tempo pra lutar!
Por nossas diferenças,
Nossas crenças mais intensas,

Por nossa liberdade, enfim!


Busca de Notícias