Prefeitura paralisa atividades nesta terça-feira em protesto contra falta de repasses do Estado


Em adesão à mobilização promovida pela Associação Mineira de Municípios (AMM), tendo por objeto a realização de protesto contra o atraso de repasses financeiros realizados pelo Governo Estadual aos Municípios, a  Prefeitura de Barbacena promove, nesta terça-feira (21), uma paralisação de suas atividades.

Até o momento, mais de 500  municípios de Minas já confirmaram a participação da mobilização.  O objetivo é pressionar e cobrar do governo estadual um posicionamento em relação aos atrasos constantes dos repasses de verbas de diferentes áreas a todos os municípios mineiros. 

A dívida atualizada em 16 de agosto está em R$ 8,1 bilhões, conforme projeção do calendário do próprio Governo. Até o último mês de julho, para dar ciência à população, a divida do Estado com Barbacena ultrapassou os R$ 60 milhões: uma situação extremamente grave, que pode implicar, inclusive, no corte de serviços.

Os prefeitos cobram recursos do IPVA e ICMS para a educação, transporte escolar, Piso Mineiro de Assistência Social e repasses da saúde, além de multas e correções dos atrasos. A falta destes repasses tem obrigado as administrações municipais a utilizar recursos próprios, o que acaba comprometendo outras necessidades básicas como infraestrutura e folha de pagamento. 

A Prefeitura reitera que as escolas municipais, em razão do cumprimento do calendário escolar, e o Serviço de Água e Saneamento (SAS) funcionarão normalmente nesta terça-feira (21).


Busca de Notícias