Setembro Amarelo inicia atividades em prol da vida


A abertura oficial das atividades do Setembro Amarelo aconteceu no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Nova Cidade, nesta terça-feira (04), atendendo ao disposto na legislação municipal.

Para dar início à extensa programação elaborada para marcar o mês, foi ministrada à comunidade, pela investigadora da Polícia Civil, Cristiane Agostini, palestra educativa com o tema ''Setembro Amarelo: Quebrando Tabu'', além da professora Maria Antonieta, que falou acerca da valorização da vida.

As apresentações musicais ficaram por conta de Miguel Junno e Lavínia Fonseca. O evento, organizado pela Prefeitura e Polícia Civil, ainda teve uma apresentação de balé de alunas que participam de oficina no CRAS.

Durante a abertura, o Secretário Municipal de Saúde, José Orleans da Costa, destacou: ''Esse é um mês importante para falarmos de suicídio e ficarmos atentos aos sinais mínimos desta causa de mortalidade que tem aumentado no país. Educadores e profissionais de saúde devem ficar alertas para ajudar estas pessoas''.

O inspetor do 13º Departamento de Polícia Civil, Welington Capristrano, enalteceu a parceria entre o órgão, a Prefeitura e demais apoiadores; salientou também o crescimento do projeto pela valorização da vida, que está em sua 3ª edição.


Busca de Notícias