Sensibilizados com o calote do governo de Minas a Barbacena, produtores de rosas assumem desfile no centro da cidade


O calote de mais de R$64 milhões do Governo de Minas em Barbacena atingiu também a Festa das Rosas, um dos eventos mais tradicionais da cidade. Com a decreto de Estado de Emergência Financeira da Prefeitura, em que serviços foram ajustados, eventos suspensos, com cortes de despesas, pessoal e um amplo enxugamento da máquina administrativa, toda programação do Parque de Exposição foi cancelada para contenção de gastos, já que a empresa vencedora do processo licitatório dos shows, Cadoro Eventos, anunciou também o cancelamento da grade em razão da crise financeira e da baixa vendagem de ingressos.

Após reunião da Comissão Organizadora da Festa das Rosas com produtores e floricultores para relatar a gravidade da situação gerada pelo calote do Governo de Minas a Barbacena, onde seria anunciado o cancelamento do evento, uma atitude positiva dos floricultores mudou todo o planejamento. Sensibilizados com a difícil situação da Prefeitura, os produtores resolveram se unir e promover por conta própria o desfile das rosas no centro da cidade, na manhã de sábado, dia 27 de outubro. Eles assumiram toda a programação do dia e vão fazer o desfile que sairá da Praça Dom Silvério, passando pela rua XV de Novembro e terminando na Praça dos Andradas, defronte à Matriz da Piedade, onde haverá a coroação da Rainha das Rosas 2018, broto e brotinhos, bem como a premiação do concurso literário e artístico promovido pela Subsecretaria de Cultura.

O produtor Jair Marciano, proprietário da Chácara São Sebastião, destacou que o grupo de floricultores optou por bancar a festa em razão do cinquentenário do evento. 'Assim que tomamos ciência do grave problema vivido pela Prefeitura em razão do calote do Governo de Minas, resolvemos dar nossa parcela de colaboração e unir forças para realizar o desfile no centro', disse Marciano. Os floricultores farão os enfeites na área central, um carro alegórico e a distribuição de rosas no centro, sem ônus financeiro para a Prefeitura. O Prefeito Luis Álvaro agradeceu o apoio e a consideração dos produtores neste momento de crise. 'Com a ajuda de todos, vamos conseguir fazer um belo desfile para marcar o cinquentenário deste tradicional evento, sem precisar gastar nada' , ressaltou o Prefeito.

Os artesãos também ficaram solidários com a situação, resolveram colaborar e vão promover neste dia uma grande feira de produtos artesanais no entorno da fonte. Maria Aparecida Moreira, do Movimento Artesanal de Barbacena, destacou que a união de todos nesse momento de crise é fundamental. 'Precisamos dar as mãos. Sabemos que o Governo de Minas está deixando várias prefeituras em situação complicada. Estamos cientes de tudo e queremos ajudar nossa terra. Estamos juntos com a Prefeitura e seremos parceiros nessa hora de crise', disse a artesã.


Busca de Notícias