Secretário de Saúde de Barbacena realiza palestra em seminário internacional


O Secretário Municipal de Saúde e Programas Sociais de Barbacena, José Orleans da Costa, esteve, nesta terça-feira (11), em Brasília, palestrando no Seminário Internacional Superando a Pobreza de Forma Sustentável: A Segunda Geração das Políticas Sociais. O Programa Criança Feliz foi tema do primeiro painel e o Secretário apresentou o desenvolvimento do trabalho no Município, que foi um dos primeiros do país a aderir à iniciativa. 

O painel contou com a presença do idealizador do programa, o deputado federal e futuro ministro da Cidadania e Ação Social, Osmar Terra, que destacou que o Criança Feliz precisa ser uma política de Estado para ter continuidade. O primeiro programa de desenvolvimento infantil brasileiro já atende mais de 422 mil pessoas em 2,4 mil municípios e completou 9 milhões de atendimentos.

O Secretário José Orleans disse que acompanhamento da primeira infância pode mudar o futuro das crianças mais pobres. Mesmo sem a participação do Estado, o Município, com o incentivo do Prefeito Luis Álvaro, lutou para aderir ao programa, em 2017, e conseguiu conquistar a confiança de municípios vizinhos. Além disso, Orleans ressaltou que o grande diferencial da cidade é a intersetorialidade desde o início do programa.  "Se não juntar todos os setores, nós não avançamos. Temos um trabalho junto com a saúde da família. Mas, sempre digo: não dá para confundir o papel do visitador do programa com o dos agentes de saúde. A sinergia dos dois é muito importante". 

O painel pode ser visto na íntegra clicando aqui. A palestra do Secretário de Saúde começa por volta de 1h58.

Criança Feliz na cidade - Em Barbacena, o Programa já acompanhou mais de 400 famílias e realizou mais de 9 mil ações através de visitas domiciliares. A iniciativa de financiamento federal é vinculada à política de assistência social do Município, por meio dos Centros de Referências de Assistência Social - CRAS São Pedro e CRAS Nova Cidade.

Composto por uma equipe de um supervisor de nível superior e 4 visitadores em cada CRAS, o programa tem como objetivo promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância. Assim, acompanha gestantes, crianças de até três anos e suas famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família e crianças de até seis anos beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada e suas famílias.


Busca de Notícias