CEREST oferece assistência às doenças emocionais e mentais dos trabalhadores


O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) é um dos setores mais importantes para a melhoria de condições de trabalho e da qualidade de vida do trabalhador por meio da prevenção e vigilância, sendo inteiramente gratuito por meio do SUS. Em Barbacena, o órgão conta com equipe multidisciplinar, como médico, fisioterapeuta, psicólogo, enfermeira e técnico em segurança do trabalho.

Um dos trabalhos recentes esteve relacionado com uma parceria junto ao Sindicato dos Bancários de Barbacena e Região. Em virtude dos altos índices de afastamentos do trabalho e de adoecimento mental dos trabalhadores bancários, foi desenvolvido de um grupo de enfrentamento das situações envolvendo o trabalho bancário, com o tema “Dividindo experiências, multiplicando soluções”, no sentido de prevenir e ofertar assistência às doenças emocionais e mentais aos trabalhadores dessa categoria.

Sabe-se que os bancários têm sofrido com as metas abusivas, alta cobrança por resultados, sobrecarga de tarefas e situações de assédio moral como parte do cotidiano do trabalho bancário. Nesse sentido, foram realizados oito encontros com trabalhadores de diversos bancos, com início em outubro de 2018 e encerramento no dia 26 de abril de 2019, com mediação da psicóloga Renata Assunção, com objetivo de trocar experiências e desenvolver formas de enfrentamento às dificuldades ao trabalho impostas por essas instituições.

Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários de Barbacena e Região, Iolando Tavares Júnior, e o vice-presidente José Vicente Tonholo, sobre a experiência de dividir os problemas e a multiplicação das soluções contra esse mal que aflige todas as categorias de trabalhadores, em especial os bancários, que é o estresse ocupacional, “a psicóloga Renata desenvolveu um excelente trabalho junto a todos os colegas bancários que participaram”.

Os encontros entre bancários permitiram dividir as experiências vividas no dia a dia do trabalho e buscar soluções para enfrentar problemas como as metas abusivas, o assédio moral e tantas outras que levam os bancários a doenças ocupacionais relacionadas ao estresse no trabalho (depressão, ansiedade, síndrome do pânico, síndrome de burnout, insônia...), que interferem na qualidade de vida dentro e fora do ambiente de trabalho. Ainda segundo o sindicato, o resultado foi ótimo: os bancários que participaram saíram bem mais leves dos encontros com os exercícios simples mas eficazes, que ajudam a relaxar (respirar direito, mudar a postura, dormir melhor, auto incentivar-se, procurar rir mais, praticar atividades físicas, construir bons relacionamentos...), aprenderam alguns sintomas das doenças e como podem combatê-las e, se nenhuma destas alternativas ajudarem, não demorar a procurar um psicólogo ou psiquiatra.

Um dos participantes ilustrou os encontros através de um cordial bilhete, fruto da última atividade realizada no grupo, em que se lê:

“Caro amigo,

Não obstante a fase terrível que vimos passando em nossa empresa nos últimos tempos, onde a pressõa por resultados e a ganância desenfreada do capitalismo minem nossas forças, venho trazer-lhe palavras de fé e esperança por melhores dias.

Tenho aprendido alguns métodos, dicas, para manter a saúde mental e a motivação para o trabalho em sessões com a Dra. Renata, do CEREST, no Sindicato dos Bancários.

São momentos de descontração, onde procuramos abrir a mente, buscar novos horizontes, perceber que o trabalho pode também dar alegria e que existe muito mais de bom além do trabalho.

As sessões nos revitalizam e tenho sentido melhora considerável na minha qualidade de vida desde então. Abraços.”

Qualquer trabalhador interessado pode procurar o CEREST, que funciona no Centro de Especialidades Multiprofissional (CEM), próximo ao Ibiapaba, de segunda a sexta-feira, de 7h às 17h. Também pode entrar em contato por meio do telefone (32) 3339-2190.


Busca de Notícias