Prefeitura lança projeto para estimular controle do teor do sódio nos restaurantes


A Prefeitura de Barbacena, através da Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Sesaps), preocupada com o aumento dos casos de hipertensão arterial registrados entre os moradores do município, criou uma estratégia para a prevenção da doença. É o projeto "Restaurante Amigo da Saúde".

O programa é voltado para o controle do teor de sódio nas refeições servidas em restaurantes do município. Para dar início, foram escolhidos dois restaurantes da cidade que apresentam bom movimento e condições higiênico-sanitárias dentro dos padrões legais e, em breve, outros locais receberão a iniciativa, conforme a demanda da Fiscalização Sanitária. "O nosso objetivo é que, pelo menos, 10 bairros sejam usados no estudo de caso", destaca o Gerente da Vigilância Sanitária, Gilberto Cardoso Ramos Junior.

Na fase 1 do projeto piloto, os estabelecimentos selecionados participarão da aplicação de um questionário para a coleta de dados dos usuários e funcionários. A iniciativa visa entender as seguintes questões:

  • As pessoas conhecem os malefícios que o consumo elevado de sódio pode causar em suas vidas?
  • O estabelecimento conhece a realidade de seus usuários e os alertas sobre os possíveis riscos causados?
  • O usuário gostaria de receber orientações sobre a segurança alimentar dos locais onde se alimentam?
  • Como os estabelecimentos entendem a necessidade da mudança de hábitos alimentares para fornecer segurança aos seus usuários?
  • O usuário tem informações seguras sobre os riscos da hipertensão arterial x qualidade de vida?

Os restaurantes foram usados no projeto porque muitas pessoas, procuram estes estabelecimentos diariamente, sem se preocupar com a forma de preparo, e nem a quantidade de sódio ingerida.

A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) indica que um adulto deve consumir menos de 2,0 g de sódio por dia,  em termos de referência dessa quantidade corresponde a uma colher de chá rasa ou cinco pacotinhos daqueles servidos em restaurantes, já que cada um contém 1,0 g. O brasileiro consome por dia cerca de 12 g de sal,  ou seja, duas vezes e meia acima do limite preconizado pela OMS.

"Agradeço e solicito o empenho de todos os setores de fornecimento de refeições no município. Fica também o alerta para que todos cuidem de sua saúde. Conhecer e combater as causas da hipertensão arterial é fundamental para isso", afirma o Coordenador da Vigilância em Saúde, Maurício Becho. 


Busca de Notícias