Museu da Loucura no projeto Passaporte Estrada Real


Barbacena faz parte do projeto Passaporte Estrada Real, que tem como objetivo fortalecer a identidade da Estrada Real como um caminho a ser percorrido, na modalidade Caminho Novo. O Museu da Loucura é um dos Pontos de Carimbo em Barbacena, desde fevereiro de 2017, já tendo contabilizado 593 carimbos de passaportes.

O Projeto Passaporte Estrada Real é um documento voltado para os viajantes que querem percorrer os Caminhos da Estrada Real, devendo ser carimbado nos pontos oficiais e apresentado no final para a retirada do Certificado. São quatro os caminhos na Estrada Real: Caminho dos Diamantes; Caminho Velho; Caminho Novo; Caminho de Sabarabuçu.

 No Museu da Loucura, o visitante apresenta o passaporte na recepção e o mesmo é carimbado por um funcionário do setor, sendo gratuita a visita ao museu e também o carimbo. Dos 593 carimbos do Museu da Loucura, foram 103, em 2017; 185, em 2018; 283, em 2019; e 22 em janeiro de 2020.

 O Caminho Novo é o mais jovem da Estrada Real. Sua criação começou a ser definida em 1698, mas foi entre 1722 e 1725 que a rota estava finalmente definida. Com vários atrativos turísticos, ele possui dezenas de vestígios da época mineradora, um verdadeiro convite para o viajante. Aberto para ser a alternativa mais rápida e fácil ao Caminho Velho, o Caminho Novo guarda para os turistas uma série de elementos da época das bandeiras e das primeiras explorações do território.

O passaporte da Estrada Real é gratuito e individual. Cada pessoa deverá ter seu próprio passaporte, mesmo viajando em grupo. Para adquiri-lo, é necessário comparecer a um ponto de retirada nas cidades de Cocais, Diamantina, Glaura, Ouro Preto, Paraty, Petrópolis e Tiradentes.

Maiores informações acerca do projeto Passaporte Estrada Real estão disponíveis em: http://institutoestradareal.com.br/passaporte


Busca de Notícias