Prefeitura participa de sessão da Câmara sobre o Hotel Senac Grogotó


A Prefeitura de Barbacena participou da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Vereadores, realizada no Hotel Senac Grogotó, na noite da última terça-feira, dia 10, onde o Legislativo teve como pauta o possível fechamento do Grogotó. Durante 3 horas de explicações e perguntas, representantes do Senac e autoridades políticas, de segurança e do setor empresarial discutiram possibilidades para contornar o problema de déficit, apresentado com números dos últimos anos, que pode levar ao fechamento da instituição, que foi o primeiro hotel escola da América Latina e tem seu prédio tombado pelo Patrimônio Histórico do Município.

Além do prefeito Luís Álvaro, a Prefeitura foi representada na reunião também por Sérgio Júnior, do Gabinete do Prefeito; a secretária municipal de Gabinete, Mariana Dias de Paiva; o diretor de Comunicação Governamental, Paulo Octávio de Araújo Lima; a secretaria municipal de Educação, Cacilda Araújo; e o diretor geral do SAS, Bruno Mota.

Por parte do Legislativo, o presidente da Casa, Amarílio Andrade, conduziu a sessão, que contou com a presença de quase todos os vereadores. Representando o Hotel, esteve presente a diretora do Senac Minas, Elaine Dias, acompanhada da diretora adjunta do Senac Minas, Girlene de Oliveira Viana; o superintendente administrativo Antônio Gonzaga; o superintende educacional Anderson Soares e o assessor jurídico Rogério Evangelista Santana.

Diante do impasse, os representantes do Senac trouxeram a boa notícia de que a parte educacional do hotel continuará com suas atividades e, inclusive, tem projetos para ser ampliada. Porém, com relação ao setor hoteleiro, a informação é que uma solução deverá ser apresentada até 30 de junho. Mesmo não confirmando, a equipe do Senac deixou a data como sendo o prazo limite para o possível fechamento da instituição, enquanto hotel. Uma parceria com a iniciativa privada, através de arrendamento, foi colocada pelo Senac como sendo uma possibilidade para que a parte hoteleira continue com suas atividades.

“A Prefeitura está de portas abertas para buscar uma solução para este impasse. Assim como se mostra também a Câmara de Vereadores disposta a encontrar alternativas para não deixar fechar esta instituição que é marca de Barbacena, ao lado do título de Cidade das Rosas, em todo Brasil. Temos que reunir um grupo de trabalho e com os números deste déficit apresentado pela equipe do Senac, buscar solução”, destacou o prefeito Luís Álvaro.

A iniciativa da Câmara de Vereadores e o impacto gerado pelo possível fechamento da parte hoteleira do Grogotó também foram comentadas pelo prefeito. “O presidente da Câmara, Amarílio Andrade, mostra com a realização desta sessão como o Legislativo está preocupado e busca soluções para este problema. Além do patrimônio que é o Hotel Grogotó para Barbacena, tem ainda a questão dos empregos. Temos que olhar também este lado e procurar soluções para não ver esta instituição fechar”.

Como resultado da reunião, a Câmara de Vereadores também instituiu uma comissão interna para acompanhar os próximos passos na tentativa de conseguir alternativas para solucionar o problema e evitar o fechamento da parte hoteleira do Grogotó.


Busca de Notícias