Prefeitura declara luto oficial pelas mortes do professor Delmo Maria da Silva e do desembargador Adilson Lamounier.


O prefeito de Barbacena, Luís Álvaro, através do Decreto Municipal Nº 8.674, declarou luto oficial por três dias, no Município, por ocasião do falecimento do professor Delmo Maria da Silva e do desembargador Adilson Lamounier. A administração municipal se solidariza e presta sinceros sentimentos aos familiares.

 

PROFESSOR DELMO MARIA

O professor Delmo Maria da Silva, 89 anos, faleceu na noite de quarta-feira (10), em Belo Horizonte. Conhecido como Rei, o corpo do professor Delmo Maria foi cremado no início da tarde desta quinta-feira (11), após breve cerimônia no cemitério Parque Renascer, em Contagem. Suas cinzas serão lançadas em Barbacena, conforme seu desejo, em data a ser confirmada.

O professor Delmo Maria trabalhou na Epcar, no Colégio Estadual Professor Soares (onde inclusive o ginásio leva seu nome), na antiga Escola Agrotécnica (atual IF – Campus Sudeste) e no Colégio Imaculada Conceição. 

Um entusiasta e incentivador do esporte, professor Delmo, que era licenciado pela Escola de Educação Física do Exército, foi multicampeão nas diversas modalidades e equipes que treinou. Ele participou do revezamento da Tocha Olímpica, em maio de 2016, no trecho percorrido em Barbacena. Em maio de 2019, professor Delmo doou sua Tocha Olímpica para o acervo da Epcar.

 

DESEMBARGADOR ADILSON LAMOUNIER

O desembargador Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) Adilson Lamounier, 73 anos, faleceu na madrugada desta quinta-feira (11), em Belo Horizonte. O corpo do jurista barbacenense será velado no Salão do Órgão Especial do TJMG, na avenida Afonso Pena, 4002, das 18h às 20h, na capital mineira. Em Barbacena, prosseguirão as despedidas no Salão do Júri do Fórum Mendes Pimentel, na sexta-feira (12), de 8h às 10h. O sepultamento está marcado para às 10h30, no Cemitério Parque Repouso da Saudade.

O jurista Adilson Lamounier assumiu o cargo de desembargador no TJMG 2006. Lamounier foi um dos 12 fundadores da Academia Barbacenense de Ciências Jurídicas (ABCJ), em 2010. Ele era titular da Cadeira Dezesseis. A Academia emitiu Nota de Pesar, lamentando a morte do desembargador.

Lamounier iniciou sua carreira na magistratura em 1982, tendo trabalhado nas comarcas de Minas Novas, Tombos, São Domingos do Prata, Lavras e Belo Horizonte. O desembargador deixa esposa, Aparecida Maria Lamounier, e dois filhos, Adilson Lamounier Filho e Carla Cristina Lamounier.


Busca de Notícias