Primeiras barbacenenses são vacinadas em Barbacena


Barbacena deu inicio na manhã de hoje (20/01) a vacinação contra à COVID-19. Uma cerimônia restrita, que foi transmitida ao vivo pelas redes sociais da Prefeitura, marcou o início do processo de imunização aos grupos prioritários. Três profissionais de enfermagem, da linha de frente do combate à COVID-19, foram as primeiras a serem imunizadas em território barbacenense.

 O evento contou com a presença de membros dos Poderes Executivo e Legislativo do munícipio, autoridades da Polícia Civil e Militar, representantes da Secretaria Estadual de Saúde e da Superintendência Regional de Saúde de Barbacena.

A primeira pessoa a ser vacinada em Barbacena foi a técnica em enfermagem Silvana Aparecida do Nascimento, de 43 anos. Silvana atua no Hospital Regional de Barbacena e trabalha na área da enfermagem há 20 anos. “Para mim, ser a primeira pessoa a receber a vacina em Barbacena é um presente grandioso, afinal quantas pessoas no mundo estão esperando por essa oportunidade grandiosa?”, pontuou Silvana.

A segunda pessoa a ser imunizada foi Maria Graciete Cardoso, também técnica em enfermagem, com 10 anos de atuação na área. “Eu trabalho no Centro COVID, no bairro Funcionários. Eu me sinto abençoada em ser uma das primeiras a ser imunizadas neste momento tão difícil. E eu agradeço a Prefeitura Municipal de Barbacena, por confiar em meu trabalho e com fé venceremos”, afirmou Maria Graciete.

A terceira técnica em enfermagem a ser vacinada na manhã de hoje foi Raquel Kelly Baumgratz, de 41 anos, representando o SAMU. Raquel, que há 10 anos atua na área da saúde, explica que seu sentimento foi de surpresa ao saber que seria uma das primeiras a serem vacinadas em Barbacena. “O primeiro sentimento foi de surpresa, pois não esperava nem nos meus sonhos.  Depois veio a gratidão a Deus, por ter sido escolhida e representar minha classe e todos os profissionais de saúde. Estamos vivendo no limite e nos desdobrando para que não falte o cuidado necessário para o paciente, que antes de ser nosso paciente é o amor de alguém. E como a doença não tem um tratamento precoce a única esperança que temos é a vacina. Que Deus abençoe todos nós” ressaltou.

Vacinas

As 13.840 vacinas que vieram para a Unidade Regional de Saúde serão divididas entre 31 cidades de forma proporcional. 3.820 imunizantes ficam em Barbacena. A vacina deve ser aplicada em duas doses.


Busca de Notícias