Feiras livres são tombadas como patrimônio imaterial


Os bens culturais de natureza imaterial dizem respeito àquelas práticas e domínios da vida social que se manifestam em saberes, ofícios e modos de fazer; celebrações; formas de expressão cênicas, plásticas, musicais ou lúdicas; e nos lugares (como mercados, feiras e santuários que abrigam práticas culturais coletivas).

O tombamento imaterial das feiras livres de Barbacena, realizadas na Av. Irmã Paula aos sábados e na Av. Olegário Maciel aos domingos, foi homologado e publicado no diário oficial do município ontem, dia 18/03.

O tombamento é justificado pelo alto valor histórico, cultural e memorialístico das feiras, e foi deliberado pelo Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Artístico de Barbacena (COMPHA). Com o tombamento, as feiras livres ficam sujeitas às diretrizes de proteção estabelecidas na Política Cultural Nacional, Estadual e Municipal. Qualquer intervenção ou alteração no espaço das feiras passa a necessitar de deliberação do COMPHA e autorização do município.


Busca de Notícias