Mobilização do Dia Nacional da Luta Antimanicomial é realizada no Centro


Aconteceu na tarde de ontem (18/05) a mobilização do Dia Nacional da Luta Antimanicomial. Para marcar a data, movimentos de mobilização realizaram um encontro na Praça dos Andradas, através da Rede de Atenção Psicossocial de Barbacena (RAPS).

A concentração aconteceu no Coreto. Diversas faixas que ornamentava o coreto, lembrava da importância da luta antimanicomial. Os moradores das residências terapêuticas se fizeram presentes.

Diversas expressões artísticas como música e interpretação marcaram a edição desse ano. A coordenadora de saúde mental do município, Flávia Velasques, explicou a importância das mobilizações da luta antimanicomial.

“É fundamental. Temos muito a comemorar, depois de ter sido considerado a cidade dos loucos com um número enorme de leitos psiquiátricos e hospitais, hoje Barbacena tem o seu trabalho na cidade, nas residências, com os moradores, com a rede substitutiva. Hoje já não há mais moradores nos hospitais, os últimos vão sair agora no processo de desinstitucionalização em parceria com o Estado. Então temos muito a comemorar. O 18 de maio nos permite a possibilidade de resgate de cidadania e direitos. É muito prazeroso fazer isso em Barbacena”, destacou Flávia.  

Neste ano o tema da mobilização remeteu a letra da música do cantor barbacenense, Hilreli Alves, que diz que “ninguém vai nos tirar de quem podemos ser”.


Busca de Notícias